O que fazer no sul de Oahu ( Honolulu, Waikiki, trilhas e praias )



Honolulu é a capital da ilha de Oahu. Com prédios bem altos, é uma típica cidade grande. É lá que fica o Ala Moana Regional Park e o Ala Moana Shopping. Ambos valem a visita. 





Waikiki é a região mais famosa, com muitos hotéis, turistas, praia cheia de espreguiçadeiras, restaurantes tanto na praia quanto no charmoso centrinho. É também onde rolam as famosas ondinhas, não tão grandes mas longas. Quando fomos estava super pequeno, quase insurfável, e tinha algumas pessoas fazendo aula.

É também em Waikiki que fica a estátua do lendário surfista Duke Kahanamoku. Perto dali, o Waikiki International Marketplace, um shopping muito bonito, com árvores de Banyan e bancos de madeira.









Para quem gosta surf shops, essa região é o paraíso. Uma ao lado da outra. 

Quem curte uma praia pequena e sem muita estrutura, vai gostar de Hanauma Bay. É uma das praias mais bonita de toda ilha, ótima para snorkel. Mas chegue cedo. Só pode entrar até às 13:30. Chegamos 13:45 e não foi possível entrar. A entrada custa U$ 7,50 por pessoa e o carro U$ 1.

Uma das atrações imperdíveis é a trilha de Diamond Head. Abre às 6:00 e fecha às 18:00. Tem que chegar até às 16:30. Precisa pagar para entrar $ 5 por pessoa e $ 10 para o carro. Ou pode fazer como nós que deixamos o carro na universidade ( estacionamento grátis ). 




O Pillbox
O pillbox



Esse campo verde era a cratera do vulcão



A trilha leva uns 30 minutos. Foi a cratera de um vulcão, inativo há milhares de anos. 

Outra trilha imperdível é Koko Head. Também é um vulcão inativo. Mas ao invés de toda estrutura de Diamond Head, aqui as escadas são, na verdade, trilhos, usados na 2a guerra para levar suprimentos até o Pillbox que fica no alto dos 1.068 degraus. É cansativo, mas a recompensa é uma das vistas mais bonitas. E de quebra ver Hanauma Bay do alto. 

O início

Olha a altura...

trilha alternativa para não passar na "ponte"


Hanauma Bay



Do alto da trilha

Nem acredito que cheguei...

Bora descer...

No meio da subida, tem uma parte chamada de ponte, onde os "degraus" não tem terra e fica bem alto. É perigoso cair, então usamos a trilha paralela ( 3 min ) até voltar para trilha principal. Levamos cerca de 45 minutos até o topo. São 368 metros acima do mar. A trilha tem entrada e estacionamento grátis.


Posts Relacionados






























Comentários

Postagens mais visitadas deste blog