Malapascua

Malapascua é uma pequena ilha de 2,5 por 1 km, situada no mar de Visayas. Composta de pequenas aldeias, o lugar é roots mesmo. Chega a ser chocante caminhar pela ilha e ver a pobreza da maior parte da população. Mas é tranquilo, pode caminhar sem medo, o povo é simpático e a maioria fala inglês.

Mais chocante que a pobreza, é a sujeira. Uma tristeza um lugar que poderia ser um refúgio perdido, ter tanto lixo. Como não tem coleta de lixo e a ilha é pequena, eles vão atirando lixo em todo lugar. Alguns fazem montes e queimam. 

As praias também estão cheias de lixo, cacos de vidro, um perigo até dentro da água. 




No começo da nossa viagem, elogiei tanto o governo filipino pelo cuidado, preservação e estar contendo o uso de plásticos. Aqui, a realidade é outra...uma pena!

Quem mais vem para cá são mergulhadores e alguns mochileiros bem roots. Dizem que há poucos anos essa ilha ainda era um paraíso perdido. Mesmo assim, gostamos do lugar, pois nos proporcionou ir a uma ilha que é um verdadeiro paraíso: Kalanggaman Island.


Como chegar

Estavámos em Bantayan, então voltamos até a ilha de Cebu, e no porto de Hagnaya pegamos um ônibus até a rodoviária de Bogo ( 24 pesos p/p ). Na rodoviária, pegamos outro ônibus ( 53 pesos p/p ) até Maya Port. Eles deixam no porto, aí tem um barco que te cobra 100 pesos e espera ter umas 15 pessoas para sair. Não tem muito horário, sai quando enche o barco. Mesmo assim, não demorou muito depois que chegamos.

Não tem ferry nesse porto, que está ainda em construção.



Praias




Langob



É uma praia extensa de areia branca e água bem transparente. Achamos ela a melhor para o banho em Malapascua.






Guimbitayan



É a praia próxima ao Lighthouse, no extremo noroeste da ilha. Encontramos muito lixo na areia, um pouco na água, mas o snorkel é bom. Os passeios param ali para mergulhar, além de ser onde os divers iniciantes tem aulas. O snorkel é bem próximo da praia e da para fazer por conta.


Nesse canto depois da pedra já tem muitos corais e peixes

pôr-do-sol do Lighthouse



Bounty Beach


É a praia de chegada, onde ficam a maioria dos resorts da ilha e muitos restaurantes. Se ficar nessa praia, que é cheia de barcos, terá de atravessar a ilha para se deslocar as praias do norte, que são as melhores.


Restaurantes



Villa Sandra - vegetariano e/ou vegano. Comidas deliciosas a partir de 150 pesos. Não deixe de provar o Pita burguer ( 190 pesos ) e o choco alguma coisa ( leite de coco e cacau ) por 80 pesos. É delicioso. 


Posts Relacionados


Kalanggaman Island 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que você precisa saber antes de ir para o México

Kefalônia