Pavones



Saímos de Puerto Jimenez rumo a Pavones. Há a possibilidades de ir de barco, mas como estávamos de carro, é necessário dar toda volta na Península de Osa. São 200km que levam quase 4 horas. Estradas muito ruins e ainda pegamos muita chuva. 

Pavones é um vilarejo que respira surfe. A praia não é das mais bonitas, mas sempre tem onda. No dia a dia, são vários picos de esquerda com algumas sessões mais rápidas, o fim da onda menor e mais manobrável. Mas com swell e condições certas, tem a fama de conectar todas sessões e ser a segunda onda mais longa do mundo.






Falando um pouco mais da vila, não há muito o que fazer fora o surfe. A praia é de areia preta, cheia de troncos, não achei muito legal para estender a canga e ficar. Mas tem uma construção de madeira ideal para assistir as ondas e o pôr do sol. Tem um muro que muitas pessoas ficam, mas só se vê as últimas sessões das ondas.





A melhor praia para banho é passando o rio. Quem não quiser atravessar o rio, pode seguir pela rua principal e passar pela ponte.



O centrinho é bem pequeno, com algumas pousadas e restaurantes. A rua é de terra, quando chove tem muito barro. Não leve roupas e bikinis brancos, com o barro e areia da praia preta, vai estragar tudo.



surfar de tênis: coisas que você só vê em Pavones 😂😂😂


Pegamos muita chuva na nossa estadia. Lembrando que a época de ondas coincide com o período de chuva. Do nada, começa a chover e parece que a chuva nunca mais vai parar. Mas em mais ou menos uma hora, o sol voltava a brilhar. Tudo ficava com muito barro.


Onde Comer

Gostamos do Carmelita. Mais barato que os outros, comida boa e ainda ganhava um suco quando pedia o casado.


Posts Relacionados

O quer você precisa saber antes de ir para Costa Rica

Playa Jacó

Manoel Antonio

Puerto Jimenez

Santa Tereza

Avellanas

Roteiro Costa Rica

Curiosidades sobre a Costa Rica


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que você precisa saber antes de ir para o México

Kefalônia