Zipolite, México: um vilarejo muito astral

Sou uma devoradora de revistas, blogs, tudo que fale sobre viagem. Sempre que vou viajar, faço uma busca nos meus blogs preferidos e tento encontrar algum que fale algo a mais sobre o meu destino. Foi assim que fiquei sabendo de Zipolite, uns 2 meses antes de eu partir em viagem ao México. A blogueira Adriana Setti, do Achados, estava lá e publicou sobre esse paraíso.
 
Eu curto desde as maiores cidades do mundo até cidadezinhas com poucos habitantes. Montanha com neve ou praia. Mas meu marido é apaixonado por vilarejos, do tipo quanto mais rústico melhor. Quando lemos de Zipolite, ele não teve dúvidas quanto a incluí-la em nosso roteiro.
 
Ficamos num dos melhores hotéis do lugar, de frente para a praia por incríveis U$ 20, sem café da manhã. Os outros eram muito mais baratos, mas roots demais. E com esse valor, vale a pena ficar em um bom hotel. O que não havia em nenhum hotel do local era água quente no banho. Mas com o calor que fazia lá, dava até para entender o porquê.

As cabanas roots...


...e o nosso hotel
 
 
Aqui foi o tipo de lugar para tirar férias das férias. Não precisamos do carro para nada. Saímos pela manhã, caminhamos, banhos de mar,  almoçamos por preços baixíssimos na beira da praia, deitamos na rede do próprio restaurante até a leseira passar...mais banhos de mar e caminhadas até o sol se pôr, majestoso no horizonte.

o restaurante pé-na-areia e as redes...
 
 
 
 
 
 
 
Uma curiosidade: há alguns nudistas. E eles levam a sério isso. Passam o dia inteiro peladões, tomam banho de mar, deitam na areia, tudo pelado. Tinha um vizinho do hotel que só colocou roupa no dia de ir embora. A maioria dos pelados são homens e coroas. Nem adianta se empolgar kkkk.
 
Mas a melhor parte foi dormir com o barulhinho do mar...que delícia. E acordar antes mesmo do sol nascer no dia seguinte, e vê-lo surgir tomando um banho de mar. Começar o dia assim é tudo de bom!!!



a vista do nosso quarto
 
 
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog