Air China: a pior companhia aérea do mundo!!!


Eu gostaria de estar aqui relatando nossa insatisfação com a companhia "somente" por ter um serviço de bordo ruim, com comissárias que não nos entendem muito bem, pela comida ruim ou pouca, por não quererem servir um segundo copo de vinho aos passageiros.

Eu poderia ainda citar o fato de ser uma companhia ruim aos surfistas, pois além de ter que pagar 400 dólares para levar UMA prancha, nenhum passageiro pode levar mais que uma única prancha, nem pagando mais por isso.

Tudo isso poderia ter passado batido se não fosse um fato que quase acabou com nossa viagem e me fez chorar no balcão: nos retiveram por 3 horas no check in, negando nossa entrada na sala de embarque pelo fato de nossas passagens com a Air China, entre ida para as Filipinas e volta, se daria em 4 meses.

Explico: Para brasileiros, você deve entrar e sair das Filipinas em 59 dias. Nós tínhamos uma passagem com a companhia de 4 meses entre nossa data de chegada e saída, e apresentamos uma passagem com outra companhia na qual sairíamos das Filipinas em 57 dias ( dentro do prazo ) e depois voltaríamos para Filipinas apenas 2 dias antes  do embarque e retornar ao Brasil com a Air China.

Porém, no balcão do check in, essa passagem não foi aceita. Falei com a superior, que também não autorizou. Liguei algumas vezes para Londres, onde havia uma central da companhia que faria o trecho Manila - Bali , na qual todos atendentes com quem falei me afirmaram que estava tudo ok com nossas passagens, os códigos do booking estavam certos. Coloquei essa senhora da Air China na linha, para ela mesma falar e ouvir que estava tudo certo, que estávamos dentro da lei e nada impediria nossa viagem.

Não foi o suficiente. E após 3 horas frustradas tentando embarcar, com todas as reservas de hotéis e voos nos países impressas e apresentadas, para provar que já tínhamos tudo organizado, nosso embarque foi definitivamente barrado. Comecei a chorar e a responsável me disse uma alternativa, a última e definitiva: falaria com um chinês, acho que seu superior, que poderia talvez autorizar nossa entrada, mediante assinarmos um termo de compromisso que, caso nossa entrada fosse barrada nas Filipinas, assumiríamos todos os ônus subsequentes e isentaríamos a companhia aérea de qualquer multa advinda da situação.

Ela falou com o cara, que não falava português, e veio com a folha para assinarmos. Óbvio que assinamos, não iríamos perder o voo e uma viagem de 4 meses que mudaria nossas vidas e a história do blog para sempre.

Está tudo registrado, tenho fotos, nome das pessoas que falamos, e a cena e os momentos de tensão pelo qual nos fizeram passar ficarão para sempre em nossas memórias.

Dois dias de avião depois, chegamos finalmente em Manila, capital das Filipinas, e chegou a dar um frio na barriga no momento da entrada no país. Fomos compelidos a crer que seríamos barrados, só porque a Air China não aceitou nossa passagem de saída das Filipinas...

O fato é que a moça da imigração só pediu nossos passaportes, carimbou e nos deu as boas vindas ao seu país.

Quanto estresse, quanta tortura, tudo à toa. E quanto despreparo dos integrantes da Air China no Brasil. Se eu não tivesse me desesperado e chorado, nosso embarque não teria acontecido e a viagem tão sonhada e planejada não teria sido realizada. Por pura incompetência!!!

Não pegamos passagens promocionais super baratas, tínhamos mais de 15 voos todos comprados entre as Filipinas, Indonésia, Malásia. Reservas dos hotéis. Tudo foi apresentado provando que não ficaríamos 4 meses nas Filipinas, o que seria um descumprimento das normas da imigração.

Esse é um desabafo para você que faz viagens longas com a Air China. Não desista no check in. Lute se você tiver razão! Se não fosse nossa persistência ( e meu choro ) teríamos ficado no Brasil, tristes e frustrados. Até porque comprar duas passagens de última hora com outra companhia não era uma opção para nós.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que você precisa saber antes de ir para o México

Kefalônia