Lakey Peak, East Sumbawa

Estávamos em Yoyo's e nosso próximo destino seria Lakey Peak. A ilha de Sumbawa é bastante comprida no sentido leste-oeste, e teríamos que cruzá-la.





Como chegar


Tínhamos 2 opções:


1a- Pegar um táxi até Maluk ( 30 minutos ), voltar para Mataram, na ilha de Lombok ( em torno de 5 horas ) e pegar um voo até Bima ( cerca de 1h ) mais um táxi até Lakey Peak ( 2 horas ).

2a- Pegar um táxi até Maluk ( 30 minutos ), um microônibus até Sumabawa Besar ( 3h30 ). Esperar cerca de 3h para pegar o próximo microônibus até Dompu ( cerca de 5-6 horas, com direito a pneu furado ). Mais um táxi até Lakey Peak ( 1h30 ).

É claro que escolhemos a 2a, mais trabalhosa kkk. Há também a possibilidade de pegar um táxi de Yoyo's até Lakey Peak, mas sairia cerca de 1,5 milhão de rúpias por pessoa. Com todos os transportes que pegamos, pagamos menos de 200 mil rúpias.

Nosso micro


Se optar pelo mesmo tipo de deslocamento que nós, previna-se: não há comida e bebida para comprar no caminho. Quer dizer, há alguma barraquinha, na higiene indonésia mais roots possível. Eu preferi passar a mentos...



Onde Ficar


Chegamos ao destino sem nada reservado. Fomos ao Lakey Beach Inn e conseguimos um quarto, só por uma noite, pois na noite seguinte não haveria mais reservas. A melhor internet da região, comida boa e barata. Quarto simples demais, com ar, mas escuro demais, sei lá.

No dia seguinte, mudamos para o Puma Hotel. Bem simples também, mas mais iluminado e bem mais barato. Nosso quarto era de frente para praia, da cama eu podia ver as ondas quebrando, uma beleza.

No relax do quarto

vista do restaurante Lakey Beach Inn


Em ambos hotéis não há frigobar nem água quente. Banho só frio mesmo. Quem quiser ficar numa acomodação melhor, pode ver o Aman Gati, mas não espere luxo. Talvez água quente e um pouco mais de comodidade, com piscina.


Uma voltinha por Lakey Peak


Foi uma semana de muito surf, vários picos surfáveis em frente de "casa" ou a uma curta caminhada. Nada melhor do que a sensação de estar jogada no mundo, num paraíso desses...

Sou fã de pôr-do-sol, mas esse, com certeza, foi o mais bonito da minha vida!!!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que você precisa saber antes de ir para o México

Kefalônia